terça-feira, 17 de março de 2009

Pesadelos



Como é terrível pensar que tudo acabou

Isso me faz perder os sentidos

A sanidade se esvai
A vitalidade de meus olhos se esconde
Atrás das lágrimas que derramo!
A tristeza jorra, assim como meus pulsos
Que perdem gota a gota o sangue que me resta...



Uma mente impura
Cheia de pensamentos sobre a maldade,
A infelicidade... A morte!
Ah! A morte...
Porque não chegou mais cedo?
Antes de me fazer sofrer
Como uma gárgula a beira da loucura
Com olhos fechados e pupilas em chamas.


Como será daqui pra frente?
Sem você pra me confortar...
Como será?
Minha vida agora acabou
Com um tiro que levaste no meio do peito
Um tiro de discórdia
Um tiro de tristeza...
Tiro que me acorda desse pesadelo...


E ao perceber que ainda estás aqui
Ao meu lado
Sabendo que me transfiguras seu amor
E me faz perceber
Que morreria ao te ver sofrendo
Trazendo-me preocupação e medo
É esse medo que toma meu coração
O medo de te amar
O medo de te perder


by: Lady Dark † Antonielle (eu)

Tempestades do Inverno

Tempestades do Inverno

Em uma noite fria de inverno
Cai a chuva sob a mórbida sombra
Na esquina da Rua 43
Trazendo em cada gota, como uma lagrima,
Sentimentos de horror e desespero
Que molham a face
Sem capacidade de acariciar com suavidade
A máscara fugas do sofrimento

Pela manhã, nasce o sol celestial do dia.
Que trás consigo as rosas púrpuras orvalhadas,
Molhadas pela tristeza.

Em um campo de solidão passam corpos vazios...
Sem a tolerância de luz
Pálidos dedos secam as flores sem piedade
Cadáveres errantes que voltam a seus túmulos
Mausoléus revestidos em arte e “Nova Era”

Mais tarde o frio sol se põe atrás da serra
Num horizonte e sob o céu em tons lilás
Que em breve tomado será pela escuridão
E a lua cheia tomará seu lugar

Uma tempestade se aproxima...
E as nuvens negras cobrem-na
Raios atingem a terra úmida
Ruídos de trovões cobrem de medo e acabam com a alegria do dia
Rua e eqüinas agora vazias
E mais um ciclo se fecha
E outro ciclo se anuncia.


by:Lady Dark † Antonielle(eu)




Uma coisa é certa...


Góticos não tem regras!

Góticos não se cortam!

Góticos não são obrigados a pular muro de cemitério!

Góticos não são monstros, tem sentimentos!

Góticos não são Satânicos, isso não tem nada a ver com o estilo!

Góticos não só usam coturno(mas tambem sandálias,all star e outros...), e roupas pretas(mas tambem vermelhas,roxas,brancas...)!

Góticos não bebem sangue!

Não existe "Alma Gótica"!

Não se nasce Gótico!

Não existe Goticismo e sim Sub-Cultura Gótica e não tem nada a ver com filosofia,mas,ideologia!Góticos não são tristes!

Góticos não tem que ser ateus ou algo assim...(a sub-cultura gótica é laica,isso quer dizer:não tem ligação nenhuma com qualquer religião)