sexta-feira, 23 de abril de 2010

Alice no País das Maravilhas - Mais um Filme de Tim Burton

O Filme 

3D - Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland), conhecido também como Tim Burton's Alice in Wonderland, é o novo filme de Tim Burton, baseado no clássico Alice no País das Maravilhas escrito por Lewis Carroll.

Diferente da história já conhecida, dessa vez Alice (Mia Wasikowska), ao 17 anos, vai a uma festa vitoriana e descobre que está prestes a ser pedida em casamento perante centenas de socialites. Ela então foge, seguindo um coelho branco, e vai parar no País das Maravilhas, um local que ela visitou há dez anos mas não se lembrava. Lá conhece personagens como os irmãos gêmeos Tweedle-Dee e Tweedle-Dum, o Gato Risonho, a Lagarta, toma chá com a Lebre Maluca e o Chapeleiro Louco e participa de um jogo de cricket com a Rainha de Copas.

Um Pouco Sobre Tim Burton

Tim Burton é um daqueles diretores com estilo próprio, que tem uma marca registrada em todas as sua produções. Dono de uma criatividade peculiar, ele é o responsável por algumas obras-primas do cinema, como Edward Mãos de Tesoura, Peixe Grande, Ed Wood e A Lenda do Cavalheiro sem Cabeça. Mesmo os fãs de Batman que torcem o nariz para o primeiro longa do homem morcego, dirigido por Burton em 1989, precisam admitir que o cineasta fez uma Gothan City impecável e transformou o Coringa de Jack Nicholson em pergonagem célebre.
Pouco baladado em premiações de cinema, Burton ganhou fama mundo afora por seu jeito colorido e folclórico de contar histórias, além de ter transformado o galã Johnny Depp no mais performático ator americano. A dupla volta às telas com um projeto ousado: levar Alice - a personagem imortalizada nos livros de Lewis Carroll - de volta ao País das Maravilhas 13 anos depois de sua primeira aventura por lá.


Estreia de "Alice no País das Maravilhas" bate recordes no cinema 3D (Ultimo Segundo mundo)

O filme faturou US$ 116,3 milhões em seu primeiro fim de semana nos cinemas nos Estados Unidos, segundo dados do site "Box Office Mojo".
Estrelada por Mia Wasikowska, Johnny Depp e Helena Bonham Carter, o filme superou as expectativas e acabou com as 13 semanas de hegemonia de "Avatar".
Maior bilheteria da história, o filme de James Cameron já arrecadou US$ 2,5 bilhões e faturou US$ 77 milhões em seu fim de semana de estreia.
O filme confirmou também o crescimento do cinema em 3D. Apesar de ainda não ter estreado em 40% do mercado internacional, "Alice" já arrecadou um total de US$ 210 milhões pelo mundo.
Esse também é o melhor número na carreira de Burton, superando o "remake" de "Planeta dos Macacos" (2001), que faturou US$ 68,5 milhões na estréia.
Deep, por sua vez, teve sua segunda melhor estreia, ficando atrás apenas da segunda parte de "Piratas do Caribe".
O segundo lugar na bilheteria do fim de semana ficou com o drama "Atraídos pelo Crime", do diretor de "Dia de Treinamento", Antoine Fuqua.
Já o thriller de Martin Scorsese "Ilha do Medo", há três semanas no cinema, caiu para a terceira posição, ao arrecadar US$ 13,3 milhões. EFE sid/pb/mh


 Ficha Técnica

Título: Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland).
Elenco: Johnny Depp, Anne Hathaway, Michael Sheen, Alan Rickman, Mia Wasikowska, Helena Bonham Carter, Stephen Fry, Crispin Glover, Christopher Lee, Timothy Spall.
Direção: Tim Burton.
Gênero: Aventura.
Duração: -- min.
Distribuidora: Disney.
Estréia: 23de Abril de 2010


quinta-feira, 15 de abril de 2010

Novo Conto Vampirico: Anjo das Trevas- O início



Ela nasceu em 1993,está quase terminando o segundo grau e já é experiente em literatura. O livro "Anjos das Trevas - O Início" da jovem escritora, curitibana, Fernanda Vernon foi lançado, em Curitiba,  quinta-feira (18/03) às 19h30 nas Livrarias Curitiba Megastore do Park Shopping Barigui.

Fernanda escreve desde os 12 anos e tem mais sete livros prontos para serem publicados.
"Escrevi "Anjos das Trevas - O Início" para a minha faixa etária, para maiores de 17 anos. Quis mesclar um estilo literário mais adulto do tema, como Anne Rice, por exemplo, com algo mais adolescente também, algo mais fácil de ler para este público", diz a autora.
 
A trama do livro segue com uma guerra entre dois clãs de vampiros. Existe, porém, uma garota que pode mudar o rumo dessa disputa. "Quis fazer um livro inteiramente de vampiros, tanto que tem pouquissímos humanos, sem aquela misturança de lobisomens e bruxas. Busquei um conteúdo mais adulto, bem diferente do que é visto na saga Crepúsculo, Marcada, etc.", complementa.



Entrevista com  a Jovem Escritora


Aqui ela fala um pouco mais sobre seu livro


- Da onde veio a sua inspiração, como foi o começo de Fernanda Vernon na literatura?

Eu sempre li muito. Sempre tive vontade de escrever algo mas nunca me sentia capaz. Não queria escrever qualquer besteira só por vontade. O primeiro 'livro' que escrevi, aos doze anos, tinha vinte páginas e totalmente sem nexo! Com o tempo fui me aperfeiçoando e meus primeiros livros foram no estilo "Gossip Girl". Esses já tinham em média 300 páginas. Inspiração nunca foi um problema, normalmente eu escuto uma música, ou vejo alguma coisa que me chama a atenção, e então eu decido fazer uma história, que de algum modo, utilize aquilo. E assim as coisas vão fluindo...

- As suas publicações seguem o estilo de "Anjos das Trevas"? Ele terá continuação?

Anjos das trevas foi o primeiro que escrevi sobre vampiros, e também é o primeiro que vai ser realmente publicado. No momento eu estou escrevendo o terceiro livro da série, se tudo der certo, serão todos lançados. Serão cinco livros no total.



- Você acha que livros como o "Anjos das Trevas" podem ajudar a despertar o gosto pela literatura nos jovens?

Acredito que sim. Acho que é uma história que desperta interesse e ao mesmo tempo acaba criando um vinculo entre o ato de ler e o jovem. O problema é que muitos jovens vinculam ler a algo chato, massante. E não deveria ser assim, se os jovens percebessem o modo como se viaja através das histórias, e começassem a realmente gostar da literatura, nosso País melhoraria muito. Acho que um passo grande para isso são livros que realmente os façam gostar de ler.