domingo, 10 de julho de 2011

Noite sem Luar

 
Que dia enigmático
para se ter uma noite sem luar!
O vento sopra e carrega
as últimas folhas que o fim do outono
deixou pra trás.
E minhas lágrimas inundam o vazio do meu peito
preenchendo-o com dor.
O que resta é apenas o sangue
que tenta apagar as lembranças
e afogá-las no mais profundo do ser.

O querer que essa melancolia acabe
é mais forte que os enlaces da minha alma,
e o vazio que a toma
maltrata sadicamente meu corpo.
Forças para me erguer!
Não vejo ninguém a estender-me a mão...

Como tintas em uma folha de borrão
minha vida pinta o quadro dessa noite sem a lua,
de meu coração a sangrar
e de minha voz a pedir socorro
para voltar a preencher o espaço vago
que o amor deixou,
fazendo-me perder os sentidos
e assim desfalecer
nos braços obscuros da discórdia!

E assim a noite se prolonga
como em um transe absoluto
sem me mover, sem sentir...
Um inferno que toma meu corpo
que luta com esperança,
apesar de saber
que o que devo fazer é apenas esperar.
E quanto mais espero mais sou torturada
por meus fantasmas e demônios
dominando minha mente em batalha.

Fora as visões de meus pesadelos,
a imagem no espelho, quebra o que resta
da esperança que tenta recostruir
os destroços do castelo de areia
que fiz na beira do mar
de minhas magoas e lembranças.

Tudo o que preciso nesse momento
é encontrar alguém
que consiga remodelar esse castelo
e ao mesmo tempo meus sentimentos.
Alguém que consiga me enxergar
e me compreender...
Alguém que consiga iluminar minha escuridão,
segurar minha mão
para vermos o cair do novo dia.
E assim poderei entregar minha vida
e finalmente dormir ao seu lado
na tranqüilidade que seu olhar me trouxer.

by: Lady Dark†Antonielle(eu)

domingo, 3 de julho de 2011

Góticos e o "Vampyrismo"


Olá gente, resolvi  hoje falar de algo que estava discutindo com alguns amigos meus... A relação dos Góticos com o Vampyrismo...

Como muitas pessoas que estão ligadas ao movimento também curtem o sobrenatural e o ocultismo, sempre acabam escolhendo seitas e religiões diferentes das convencionais (o que não quer dizer que não existam góticos Cristãos).  O que muitas pessoas não sabem é que Vampiros existem. Mas o que tem haver vampirismo com seitas religiosas? E os Góticos por que se interessam tanto?

O vampirismo é sim real, mas o vampirismo não é somente anda a noite, gosta do obscuro, e além do mais o personagem vampiro mitológico não é a mesma coisa que o vampiro real.


  "(...) Muitos de nós, cultuadores do vampyrismo e da feitiçaria, magos, bruxos, ocultistas, góticos, identificamo-nos com o perfil de um vampyro exatamente porque este personagem é a projeção absoluta de tudo aquilo que gostaríamos de ser! Acreditando nessa filosofia, vamos à medida que adquirimos conhecimento das verdades, tornando-nos espécies raras de vampyros!
O vampyrismo passa a ser uma maneira exótica de pensar e agir num mundo repleto de riquezas e prazeres diversos que precisam ser conquistados, afinal chega o grande momento na vida onde temos que decidir por nossos gostos e desejos e só no universo do vampyrismo estaremos plenamente realizados, e vingados de todo o mal que a realidade comum nos tem feito todos estes anos!
"Juventude eterna" e "poder sobre os outros", somente aqui um reino e harém aos nossos pés como "bon vivants" que somos, passaríamos o nosso tempo desfrutando prazeres que somente os vampiros podem gozar! (...)
Mito ou realidade, o vampyrismo é esta força indestrutível de sedução, saque, posse, busca, conquista, realização e vitória sobre a morte, e só se vence a morte vivendo a vida intensamente, sem trégua e sem demonstrar fraqueza, avançando sempre em busca de um ideal.”
(depoimento de um desconhecido)

Impossível não achar interessante né?

Pois é no vampyrismo (real) eles se alimentam não do sangue humano, ou da energia vital, eles se “alimentam” da Energia Psíquica."Energia Psíquica" NÃO é exatamente um sinônimo de "energia vital": Este é uma temática com um alto índice de confusões internas e erros de interpretação na Subcultura Vampyrica há alguns anos.


Energia Psíquica é o nome dado quando as impressões sensoriais captadas por nossos sentidos - como tato, olfato, visão, audição, por exemplo, torna-se impulso "elétrico" ou "químico" em nosso cérebro e é decodificado por ele - dessa forma enxergamos, cheiramos, escutamos, sentimos toques e etc.

 “Todo ser vivo animal depende de uma vida emocional saudável - com aprovação, carinho, sorrisos, compreensão que sejam providos por relacionamentos saudáveis. Dessa forma na energia sutil do emocional e do espiritual - no sentido de expressão dos próprios valores internos - todos estes elementos são expressos por movimentos, olhares, toques e outros atos fisicamente comprováveis.”



Mas o que os Góticos tem haver com isso?


Bem, a subcultura é laica, mas a maioria se interessa pelo ocultismo. E vamos ser sinceros, qual gótico no momento em que assistia Drácula de Bram Stocker, ou Entrevista com o Vampiro, não sonhou em ser um vampiro... Certo que alguns dos que praticam foram levados pela magia de ser um, mas a maioria foi pela paixão pelo sobrenatural, pelo diferente e pela sensação de bem estar de escolher aquilo em que quer acreditar e aquilo o que quer seguir veementemente. 
 


PS: Deixo bem claro que não sou uma conhecedora das Artes do Vampyrismo, estou apenas esclarecendo algumas coisas que sei e que pesquisei.

Para maiores informações sobre esse mundo Vampyrico entrem no site Vampyrismo.org