domingo, 25 de dezembro de 2011

A verdade sobre o Natal!!!


Bem como todos sabemos o Natal que conhecemos, 25 de dezembro, era uma data "pagã, podendo ser de origem solar... A Saturnal dos Romanos a precedia" (Nelson*'s Encyclopedia).
Era ainda a data "da antiga festa Romana em homenagem ao Sol" (celebrando o nascimento do deus-Sol), segundo a American Encyclopedia. "A Saturnal era uma festa de prazeres desenfreados... 
A data do Natal foi fixada na mesma época" (M de Beugnot - História, Vol 2, pág 265). "A Igreja... voltando ao paganismo... precisava ter suas festas, e acabou por dar nomes cristãos às festas pagãs já existentes... identificando o Natal à pior das festas pagãs... fixaram para aquela data o nascimento de Cristo. (Aquela data) representava um dos piores princípios do paganismo -- o poder reprodutivo da natureza... A Igreja criou as festas chamadas cristãs, para substituir as pagãs... paganizando o Cristianismo... a fim de manter satisfeitas as mentes carnais do povo" (J. N. Darby - Col. Writtings, Vol. 29). Agostinho registrou que o povo estava tão determinado a ter festas que o clero se sujeitou a isso!

O que é isso - O estranho Mundo de Jack (((Especial de Natal)))

 
O Que é isto?O Que é isto?
Luzes a piscarO Que é isto?
Floquinhos pelo ar
 O Que é isto? 
Eu Não posso acreditar, será um sonho?
Essa não, o que que há? 

Que é isto? Que é isto? Que é isto?  
Não Posso compreender
O Que é isto? Crianças a correr,

Que é isto? Eu vejo a rua toda enfeitada 
Todo mundo dá risada 
Alguma coisa está errada 
O Que é isto? O Que é isto? Crianças se divertem
O que aconteceu? 

É tanta alegria  
E que Horror, ninguém morreu 
Há neve na janela, ah não posso acreditar
 E lá no fundo sinto uma chama a brilhar 
Ah não,O Que é isto?  
Alguém beijou alguém 
Oh céus, que coisa incomum 
Felizes, em volta da larreira
 Leem livros sem parar a noite inteira
O Que é isto? 

O Que é isto, aqui?Não Param de sorrir 
Eu vi! Presentes pelo chão 
POrque a árvore comberta de enfeites 
As luzes um deleite 
Lá de dentro vem um som, e todos já se dão as mãos 
Parece bom, parece bom 
Ah eu não sei o que será 
 Que é isto? Ah não, e agora? 
Crianças vão dormir 
O que? Ningém mais vejo aqui 
POrque? Não há nenhuma bruxa sob a cama 
Ou um monstro só de lama
 Não entendo essa trama
Ahh... O Que é isto!? 

Não vejo pesadelos ou pessoas a gritar 
Mas ao contrário todas só parecem repousar 
A música ao longe vai até o amanhecer 
E o cheiro dessas tortas nunca mais vou esquecer
O sol, a cor, há algo novo em mim

 O ardor jamais senti assim
 Eu sei! Que antes tão vazio, 
Meu coração vai transbordar como um vulcão
 Eu quero, ah, eu quero, ah, eu quero 
Só para mim, o que será? O que será? 
Este lugar que encontrei 
O que é isso!? 
Cidade do natal... hum...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Pink Cybergoth make-up Toturial

Hoje resolvi postar um tutorial de make cyber, gostei do estilo e da junção do rosa (que eu odeio) com o preto, que acabei gostando de como o rosa ficou... Bem, espero que gostem !

Christian Lecroix e a Moda Gótica


Christian Lacroix foi uma das maiores influencia no mundo da moda no final da década de 80, depois de estudar a História da Arte não tinha pretensão de ser estilista e sim curador  num museu. Mas foi admitido na casa de costura Jean Patou, seu brilhante trabalho, despertou grande interesse e um grupo financeiro resolveu fundar uma nova casa de costura e a marca que leva seu nome  em 1987.


No final dos anos 80, sua cores vibrantes e elaboradas com bordados, volume e muita extravagância, foi o que tirou a moda do minimalismo, fazendo roupas e acessórios para homens e mulheres. Sua inovação ganhou fama internacional, tecidos que alternam ente o colorido e o preto, vestidos esvoaçantes , pedrarias e exuberância luxuosas e ousadas sua criações são sempre muito marcantes.

Aqui no Brasil os menos antenados  devem  ser lembrar dele por sua parceria coma Avon, quem não se lembra do Absinthe?O  motivo de falar aqui sobre seu trabalho é bem simples achei coisas bem interessantes de sua parte. E mais uma vez fica provado que não é de hoje que o Gothic sobe nas passarelas, com looks que tem a nossa cara. 
 

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Necromancia


Segundo referências da língua portuguesa, necromancia é a "suposta previsão do futuro através da comunicação com o espírito dos mortos". A origem etimológica remete-se ao grego: necro = morte e mancia = adivinhação.
Porém, por um ponto de vista mais objetivo, a necromancia, também conhecida como nigromancia, é, de uma forma bastante simplificada, uma prática de fundamento ocultista que busca manter contato com a alma dos mortos através de uma ritualização determinada, com o objetivo de elaborar previsões, obter aconselhamentos e orientações das almas na vida cotidiana ou até mesmo escravizá-las. Pois, há uma suposta crença que os mortos, por não estarem mais limitados à condição terrena, têm uma percepção mais apurada e a propriedade de predizer o futuro.
Assim como em outras práticas ocultistas, a Necromancia reúne uma série de elementos necessários em seu cerimonial de evocação que costumam se estender por horas: cânticos, instrumentos, vestimentas e objetos que trazem uma representação simbólica; além de horários e dias específicos e outras referências que o praticante deve observar. Dessa forma, segundo as tradições necromantes, é possível promover uma conexão espiritual com a alma dos mortos que ainda mantém-se retidas num plano inferior. Esse contato só seria possível com almas recém desencarnadas ou que estejam vulneráveis no plano espiritual; ou seja, que ainda não tenham sido conduzidas ao Reino Divino. Contudo, a Necromancia, em sua acepção mais pura e antiga, traz alguns aspectos mais macabros que outras práticas adivinhatórias.


O uso de cadáveres, ou de, no mínimo, partes do corpo como ossos, dentes, unhas, pêlos e fios de cabelo, é comum à Necromancia. Neste momento não há simbolismos ou representações alegóricas. A presença física de um cadáver ou de seus restos mortais é freqüente nos rituais; pois, é o espírito daquele corpo que será evocado. Ainda, objetos pessoais do falecido, terra da sepultura ou fragmentos da lápide ou do esquife também são utilizados. Em relatos mais surpreendentes, o cadáver seria capaz de falar por si próprio. Em outras situações, a alma do falecido toma posse temporariamente do corpo de um dos praticantes. Enquanto que cerimônias ritualísticas em cemitérios com a violação de túmulos e a mutilação de cadáveres poderiam ser atividades corriqueiras aos praticantes da antiguidade. 
Por outro lado, as evocações de caráter mais simbólico utilizam a Tábua de Ouija para interpretar as mensagens recebidas do além. Até mesmo o popular "jogo do copo", que se utiliza de um copo de cristal com sua abertura voltada para a superfície de uma mesa, sendo levemente conduzido pelos participantes, que seguem a orientação do espírito evocado, em direção à letras e números escritos em pedaços de papel e previamente distribuídos em círculo. Ainda, pêndulos e cartas também podem ser instrumentos de comunicação e interpretação para com os espíritos.
Entretanto, tais práticas geram uma grande exaustão em seus participantes e são extremamente perigosas senão forem bem conduzidas. Segundo os grimórios que abordam o tema, os praticantes estão sujeitos à possessões demoníacas, danos físicos e psicológicos permanentes, entre outros. Por este motivo, as cerimônias devem ser administradas somente por pessoas experientes e bem preparadas.

Umas das citações históricas mais recorrentes que pode ser interpretada como uma referência à Necromancia está na própria Bíblia. No primeiro Livro de Samuel, capítulo 28, quando o Rei Saul recorre à feiticeira de Em-Dor para comunicar-se com o falecido profeta Samuel, que prevê a morte de Saul. No Livro de Isaías (8:19/20) a citação é mais clara: "Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos? A lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles". No apócrifo Macabeu II, há também uma citação direta a respeito do contato com os mortos.
Ainda, grandes nomes do ocultismo, como John Dee, Eliphas Levi e, obviamente, São Cipriano, teriam se envolvido com práticas necromantes.
De qualquer forma, a Necromancia, apesar de ser vista como uma aberração, é muito mais freqüente nos dias de hoje do que se possa supor, pois atende a uma curiosidade intrínseca ao ser humano: saber o que há "do outro lado".

(texto retirado de Spectrum Gothic)

Góticos e a convivência com o preconceito


Bem, esse é um tema muiiito comum hoje em dia, afinal quem não fala sobre preconceito?
Preconceito é uma palavra que designa qualquer atitude descriminatória entre pessoas, lugares, ou tradições, onde as pessoas que o sofrem são chamadas de "estranhos", "exagerados", "sem noção" e assim são considerados DIFERENTES.
Se certas pessoas guardassem sua opinião para si, talvez o mundo em que vivemos tivesse menos violência, menos descaso e mais aceitação. Eu mesma admito que muitas vezes me tranquei no quarto e chorei por conta do preconceito sofrido no colégio, nas ruas, por pessoas sem cultura que me julgavam pela aparência e que simplesmente não me conheciam, e as vezes nunca tinham me visto. 
 Assim como todos eu não sou perfeita, nem sou santa, mas é algo absurdo que todos nós que já sofremos com isso devemos combater  e principalmente denunciar. Nós góticos geralmente sofremos preconceito por motivos como:


* Não estarmos nos padrões da sociedade.
* Por algumas pessoas acharem que somos satânicos, bruxos, entre outros.
* Por andarmos de preto( algo que é frequente mas não é sempre, pois andamos com outras cores também ¬¬")
* Por pensarem que podemos fazer algum mal ao resto das pessoas que estão ao nosso redor
* Por acharem que invadimos os cemitério para arrombar túmulos e fazermos rituais de magia negra (o que é um absurdo, quem quiser saber o que fazemos nos cemitérios entre nesse link : Góticos em cemitérios... Por que? )
* E até por simplesmente acharem  que somos "vampiros" e que vamos atacá-los para beber todo o seu sangue. (o que é mais ridículo ainda u.u" ) 


Emfim, boa parte dos góticos sofrem preconceito por parte de gente que não conhece a subcultura e que só devem ter visto góticos pela televisão ou em seriados de vampiros e filmes de sessão da tarde.
Essa postagem resolvi escrever com o intuito justamente de tentar abrir a visão de pessoas desenformadas sobre o que somos e como esse mesmo intuito eu fiz esse blog.

Inkubus Sukkubus - Gothic rock Inglês


A banda de gothic rock inglesa Inkubus Sukkubus foi formada no verão de 1989, quando Tony McKormack, Candia Ridley e Adam Henderson se conheceram na faculdade estudando design gráfico. Eles compartilhavam um interesse no paganismo, bruxaria e vampirismo, bem como fazer a música original de uma idade precoce, e assim o tipo de banda que viria a surgir a partir da união de forças saiu, muito naturalmente. Inicialmente a banda foi chamada Incubus Succubus. O objetivo original da banda era (como ainda é hoje) para ser o veículo no qual a celebração da experiência Pagan poderia ser transmitida.

Depois da existência de cerca de um ano, a banda lançou o seu primeiro single Beltaine, que se poderia ouvir nas rádios regionais. No entanto, pouco depois, alguns membros da banda se afastaram deixando apenas Candia & Tony. O casal, entretanto, continuou sob a forma de “Children of the Moon”, um projeto de estudio baseado em muito na mesma veia como Incubus Succubus.O material foi muito bem recebido pela cena underground Pagan crescente.

 
Em Dezembro de 1991 “Bob”, o baterista original de Incubus Succubus,juntou-se novamente a Candia & Tony, e Incubus Succubus renasce. A banda tocou em torno de Gloucestershire, Bristol e Oxford, e libertaram todo o material de “Children of the Moon” cassete intitulada”Beltaine”.


Em 1992 a banda gravou o álbum “Belladonna & Aconite” que foi lançado em outubro. Por esta altura Incubus Succubus estavam sendo aclamados como «Premier britânico Pagan Rock band ‘. Em 1993 ofertas trazidas de gravadoras independentes, o que resultou na liberação de Belladonna & Aconite no CD em outubro, e o CD “Wytches” em abril de 1994,pela Pagan Records.


Em 1993, a banda fez dois concertos com Nosferatu, e tornaram-se habituais no Marquee em Londres e Nottingham Rock City.De seguida a banda cresceu e assim fez a sua fama. Eles apareceram no Serviço Mundial BBC e em várias revistas europeias, americanas e Extremo Oriente. Em 1994, gravaram o EP “Corn King”, fez duas tour manchete do Reino Unido,Paris e também apoiou os The Damned, Mindwarp Zodiac, Clawfinger, Patricia Morrison e The marionettes.


Em 1995, Incubus Succubus tocou ao lado de The Mission,no Genitorturers e Danzig, dois prestigiados festivais alemães. A essa altura, eles tinham também aparecido em muitos CDs de compilações gótico incluindo “What Sweet Music … I & II” lançado pela “Thee Vampire Guild”, “Dreams in the Witch House” lançado pela “Grave News”, “Touched by the Hand of Goth” de “Euromedia” e “Jungle Gothic Rock 2”. Em 1995 eles assinaram com a Resurrection Records e lançaram o tão aguardado álbum “Heartbeat of the Earth”, no final de outubro. O álbum foi promovido com uma turnê de sucesso em que o novo material foi recebido com entusiasmo.


Na primavera de `95, foi decidido o nome da banda mudasse para Inkubus Sukkubus por razões numéricas, e com isso vieram outras mudanças notáveis. A banda ao vivo, passou por uma metamorfose impressionante e que agora toca com uma bateria eletrônica e backing programado orquestral de seqüenciadores dando a riqueza e a diversidade do som e da emoção, anteriormente encontradas apenas na faixa gravada. Bob voltou ao seu primeiro instrumento e começou a tocar guitarra baixo para Inkubus Sukkubus, e o distintivo bodhran Celtic se manteve como uma parte integrante do viver, bem como é gravado Em Março de 1996. Inkubus Sukkubus apareceu no programa de televisão popular ingles,” The Big Breakfast” e foram filmados tocando ao vivo no Girlie Show, uma outra mostra da juventude nacional subtil!


Em maio/Junho 1996 I.S. fizeram uma turnê muito bem sucedida na Alemanha incluindo uma viagem de regresso a Paris - para conquistar um novo exército de seguidores. Eles retornaram para a Alemanha, assim como tocaram pela primeira vez na Bélgica, no Outono de 1996. Também em 1996, por demanda popular, o primeiro álbum da banda, “Beltaine”, foi lançado em CD pela primeira vez através da Ressurrection Records. Em 23 de novembro de 1996 Inkubus Sukkubus foram convidados a se apresentar no 25 º aniversário da Federação Pagã da Conferência Anual. O dia foi um grande sucesso, e a banda arredondado-lo tocando para uma multidão entusiástica . Em 1996 Adam Henderson voltou à banda como baixista.
 

1997 trouxe mais aparições em compilações, incluindo a 3 ª e última liberação Guild Vampiro, O Sweet Music … R.I.P. com a sua faixa Vampyre Erotica; o CD para acompanhar o novo livro de Mick Mercer, The Hex Files with the Heart of Lilith, uma compilação de 4 CD da(Cleopatra Records) chamado The Goth box, e uma versão cover da Spellbound de Siouxsie & the Banshees, CD tributo também sobre Cleópatra. Em 24 de agosto de 1997, seis semanas após o nascimento do bebê Leon,filho de Candia e tony, a banda encabeçou uma grande convenção no Hipódromo em Londres - “Vampyria” - apresentando muitos autores de horror bem conhecida, bem como estrelas do mundo da Hammer a mais 1000 fãs entusiasmados. A banda lançou seu quinto álbum, “Vampyre Erotica”. Ele foi lançado a 22 de setembro de 1997 e foi promovido por uma série de datas, incluindo UK headlining e a agora famosa Whitby Gothic Weekend no Halloween.


Em 2009 Inkubus Sukkubus comemoram o seu 20 º aniversário. Com 13 álbuns realizados até à data,centenas de espetaculos e tocou milhões de downloads da Internet que até agora teve uma carreira longa e produtiva. Em 2009, eles planejam fazer várias datas internacionais, incluindo um set acústico de versões das suas canções populares. Estão actualmente a trabalhar novo material para um lançamento futuro.


Integrantes:

Candia Ridley - vocais e letras
Tony McKormack - violão, vocais de apoio, produção e composição
Adam Henderson - baixo

Discografia:

1993: Belladonna & Aconite
1994: Wytches
1995: Heartbeat of the Earth
1996: Beltaine
1997: Vampyre Erotica
1998: Away with the Faeries
1999: Wild
2001: Supernature
2003: The Beast with Two Backs
2004: Wytches and Vampyres: The Best Of
2005: Witch Queen (EP)
2007: Science & Nature
2008: Viva la Muerte 

Bem, vou deixar aqui em baixo a primeira música que eu ouvi da banda, espero que gostem tanto quanto eu! 

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Agonoize - Eletrogoth/ Industrial


Agonoize é um trio de Electro/Industrial de Berlin,Alemanha formada em 2002.
A banda é composta por :Chris L.(Vocal), Mike J.(teclados), Oliver S.(Teclados).
No seu primeiro lançamento Mike J. Olli S. e L. Chris com o seu MCD Paranoid Destruction em 2003.
Com raízes musicais provenientes de bandas como Klinik ou Suicide Commando, esta versão tem muita admiração, assim como críticas, mas todas as reações concordam: Voll auf die Fresse, voll auf den Dancefloor. Full in the face, full on the dance floor! Este álbum Paranoid Destruction entrou no DAC (Deutschland Alternative Charts) na posição 7 e Agonoize permaneceu nas tabelas por 8 semanas. Também a sua segunda versão Open the Gate/To Paradise prontamente entrou na DAC dentro do top 10.
O álbum, que viu a luz do dia em Outubro de 2004 erradicadas todas as comparações com outras bandas e mostra o enorme potencial que está latente em Agonoize.
As performances ao vivo com os seus cativos e, por vezes brutais cenas mostram o abismo mais profundo do ser humano e mantem o público no local com a sua magia.


Fundada no final de 2002 por Mike Johnson e Olli Senger, cedo se tornou evidente que para ter uma presença real na boa fase em que precisava de um homem da frente. Esta pessoa foi encontrada em Chris L. Portanto, nada ficou no caminho para Agonoize para iniciar seu trabalho de construção do grupo.
O álbum e os números resultantes da cisão foram escritos facilmente, e após o primeiro concerto, após o lançamento do seu primeiro MCD, nada poderia detê-los. Seu primeiro concerto foi em 04 de abril, em Edimburgo, no contexto do Dark City Festival com VNV Nation. Seguido por um concerto em Berlim, como o acto de apoio a SITD que proporcionou um retorno em grande do remix da Paranoid Destruction MCD.
Deixo aqui um vídeo com uma musica deles, espero que gostem tanto quanto eu!

Projeto Absinthe - Gothic & Darkwave (10/12/2011)



Das 23 às 6 hs

ESPECIAIS:
- Diary of
Dreams
- Collection
D'arnell-Andrea  &  Pink Industry

DISCOTECAGENS:

(Gótico & Darkwave 80's, 90's & 21's, Medieval, Ethereal,

Ethno/Tribal, Gothic-Rock, Eletro-Goth, Synth e EBM)

DJs: Flavia Flanshaid, Kipper, Washington,
"I", ViescZY e Cris Picelli 

RÁDIOS DOS DJs RESIDENTES:
http://www.gothicstation.com.br/radios.htm


PERFORMANCE: 
Gabriela Miranda (tribal-fusion)


NOITE DE AUTÓGRAFOS
“Contos Sobre o Fim do Mundo- Vol. II”


STAND:
- Gothic Station (livros, camisetas e bottons da linha GS)


TRANSPORTE GRÁTIS: a partir do metro Belém (das 22h30 até
01h00)


Sorteio de BRINDES: (somente para os cadastros ativos):

- 1 KIT camiseta + CD da banda Dawnfine, “Imperfect Thoughts”
cortesia da loja Soulshadow
- 1 ANEL masculino de aço - cortesia da loja Ferro Velho
- 1 exemplar do Livro “Sete Gritos de Terror” de Edson G.
Garcia, Ilustr. Kipper, cortesia da editora Elementar
- 5 Ingressos VIP para o Projeto Absinthe de Janeiro/2012.
Confira no site as Vantagens do Cadastro e também as
 Promoções para Aniversariantes:


ENTRADA: R$ 15,00
R$ 10,00 (para cadastros ativos)
-TODOS OS CARTÕES DE DÉBITO E CRÉDITO SÃO ACEITOS no bar e
na portaria.


local: FOFINHO Rock Bar
av.celso garcia, 2728- em frente ao corpo de bombeiros
próximo ao metro Belém - em S.Paulo- SP - info: 8159 6458


ESTACIONAMENTO: a 50 metros do local, com seguro
dúvidas: eventos_goticos@yahoo.com.br
ORKUT: Projeto Absinthe 1: